A VIDA DE JÓ

Versão para impressão

Peça baseada no texto bíblico, baseada na vida de Jó, fala sobre sermos felizes...

Há no site + duas peças retratando a vida de Jó:

A VIDA DE JÓ  e também  A HISTÓRIA DA FÉ 

 

 

Narrador: Jó nos ajuda a entender melhor o sentido da existência humana. Ele nos leva a pensarmos no quanto a vida representa um desafio permanente e nos faz meditar sobre o sentido do sofrimento.
O que significa ser feliz? Há quem responda que a felicidade é uma utopia, uma invenção. Na vida, o que existe são apenas momentos felizes. Mas, para você, em que consiste a verdadeira felicidade? Todos os dias, fazemos alguma coisa que nos proporciona felicidade ou algo que nos empurra para a infelicidade. A cada instante podemos aprender a sermos mais felizes ou mais infelizes. Tudo depende daquilo em que acreditamos.
Na realidade, são poucos os que sabem realmente o que é e o que não é ser feliz
Quase todo mundo busca ser feliz em lugares onde a felicidade não está. Há inclusive, quem diga que a felicidade não existe.
Jó é um exemplo de que a verdadeira felicidade existe sim. Ela é fruto da luta interior, da busca pelo sentido da vida, encontrado apenas em Deus.
Jó é um homem bom, rico e feliz. Mas, viveu uma experiência muito amarga ao perder tudo o que possuía, até os próprios filhos. Por isso, sua história é bem atual e pode nos ajudar a buscar a verdadeira felicidade. A experiência humana sempre aliada ao amor de Deus.
Jó é o livro mais antigo da Bíblia, junto com Gênesis. Contém ainda importantíssimas revelações teológicas, como atividades de anjos, caráter maligno de Satanás e os primeiros indícios de algumas ciências. Isso é muito importante, pois acontece lá no início da Bíblia.
Jó é um homem íntegro, reto e temente a Deus. Ele sempre procura se desviar do mal. Ele tinha 7 filhos e 3 filhas. Possuía muitos bens, tudo conquistado com muita honestidade.
Como servo do Senhor, ele sentia um enorme prazer em ficar horas orando ao Senhor, que conhecia a sinceridade que existia em seu coração.

1ª CENA
(Os filhos de Deus se apresentam ao Senhor, entre eles está Satanás)

Senhor: De onde vens?

Satanás: De rodear a terra e passear por ela.

Senhor:: Observaste tu a meu servo Jó? Porque não há ninguém na terra semelhante a ele: homem sincero, reto e temente a Deus, e que se desvia do mal.

Satanás: Porventura, teme Jó a Deus à toa? Eis que tens protegido a ele, a sua casa, e a tudo que ele possui. A obra de suas mãos abençoaste, e os seus bens se multiplicaram na terra. Mas, estende tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se ele não blasfema contra ti na tua face!

Senhor: Eis que entrego em tua mão tudo o que ele possui, mas somente contra ele não estendas a mão.
(Satanás sai da presença do Senhor)

2ª CENA
(Jó e sua esposa estão em cena)

1º Mensageiro: Houve uma queda na bolsa de valores, que resultou na desvalorização da ações da sua empresa. A única coisa que se pode fazer é pedir falência.

2º Mensageiro: Aconteceu uma explosão na sua fábrica. Todos os funcionários morreram, não ficou pedra sobre pedra. Apenas eu escapei.

3º Mensageiro: Estou vindo da fazenda, e eis que começou um incêndio que se alastrou e queimou tudo, nem o gado escapou.

4º Mensageiro: Aconteceu um desastre. O avião em que seus filhos viajavam explodiu e os destroços caíram no mar. Ninguém sobreviveu.
(Jó tira o terno e a gravata, lançou-se em terra e adorou)

Jó: Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor deu e o Senhor tomou. Bendito seja o nome do Senhor.

3ª CENA
(Os filhos de Deus se apresentam ao Senhor, entre eles está Satanás)

- Senhor: De onde vens?

Satanás: De rodear a terra e passear por ela.

Senhor: Observaste tu a meu servo Jó? Porque não há ninguém na terra semelhante a ele: homem sincero, reto e temente a Deus, e que se desvia do mal. Ele ainda conserva a sua integridade, embora me incitasses contra ele, para o consumir sem motivo.
Satanás: Pele por pele, e tudo quanto um homem tem, dará pela sua vida. Mas, estende tua mão e toca-lhe nos ossos e na carne, e verás se ele não blasfema contra ti na tua face!

Senhor: Eis que ele está na tua mão. Mas, conserva-lhe a vida.
(Satanás sai da presença do Senhor)

4ª CENA
(Jó entra em cena com sua mulher, já doente)

Mulher de Jó: Para que você ainda quer manter a sua integridade? Amaldiçoa logo à Deus e morre.

Jó: Que isso? Você está falando como uma doida. Se temos recebido o bem de Deus, não receberíamos também o mal?

(Chegam 4 amigos de Jó)

Jó: Pereça o dia em que nasci e a noite em que fui concebido. Porque eu não morri antes de nascer? Hoje eu já não tenho paz, nem tranqüilidade. São tantos problemas...

Elifaz: Quantas vezes você aconselhou pessoas que estavam precisando de uma palavra amiga. E agora que é com você, ficas assim? Onde está a sua fé em Deus? Saiba que, bem-aventurado é o homem a quem Deus castiga.

Jó: Os amigos devem ter compaixão daquele que está aflito e não criticá-lo.

Bildade: Você acha que Deus castigaria uma pessoa reta?
Mas, se você buscar a Deus e pedir perdão pelos seus pecados, Ele é fiel e justo para te perdoar.

Jó: Na verdade, eu sei que é assim, mas eu gostaria de saber onde errei, para Deus estar agindo assim comigo.
Deus sabe que eu não sou ímpio...

Zofar: Você acha que nós vamos acreditar nessa mentira?
Se você pecou, lança o seu pecado para longe de ti. E você verá que ainda há esperança para você .

Jó: Meu Deus!!! Eu tenho sido motivo de riso para os meus próprios amigos. Logo eu, que invocava a Deus e Ele sempre me respondia. Agora, uma pessoa justa e reta como eu, estou servindo de zombaria. Mas ainda que o Senhor me mate, nEle esperarei.
Eliú: Eu sei que sou mais jovem do que vocês, mas eu quero dar a minha opinião. Jó Tem falado sem conhecimento, sem sabedoria. Deus é muito grande e muito compreensivo. O Senhor não deixará viver o ímpio e fará justiça ao aflito. Por isso, os homens o temem.
(Deus responde a Jó)

Deus: Quem é este que escurece o conselho com palavras em conhecimento? Agora, me responda: Onde você estava quando eu fundei a terra? Diga-me, se tens alguma inteligência. Contender contra o todo-Poderoso é ensinar? Quem assim censura a Deus, responda estas coisas.

Jó: Eu sou indigno. O que eu poderia lhe responder? Acho melhor eu me calar.

Deus: Acaso você anulará a minha justiça para se justificar? Ou você é poderoso como eu?

Jó: Senhor, eu bem sei que tudo podes, e nenhum dos seus planos podem ser frustrados.
Eu te conhecia só de ouvir. Mas, agora os meus olhos te vêem. Por isso, eu me abomino e me arrependo no pó e na cinza.

Deus a Elifaz: Elifaz, a minha ira se acendeu contra você e seus dois amigos. Pois vocês não disseram ao meu respeito, o que era reto, como o meu servo Jó.

Narrador: E o Senhor mudou a sorte de Jó, e lhe deu o dobro de tudo o que ele antes possuía.
O Senhor também restaurou a sua saúde. E Jó teve sete filhos e três filhas.

 

Fonte: MINISTÉRIO EL SHAMAH

 
 
Estilos: 
Diversos: