ANTES DE COMEÇAR

Versão para impressão

PRA COMEÇAR: Comunhão com o Senhor, busca de orientação, direção, sabedoria... Esta parte é entre tu e ELE.

AQUI, vou falar mais sobre a relação tua com a obra que queres criar. Para isto vais precisar de paciência, persistência, dedicação, empenho, resignação...

FAÇA ANOTAÇÕES: Cada ideia que tiveres, anote. Anote tudo, cenas, detalhes, adereços, personagens... Neste momento o material torna-se grande e confuso, mas faz parte da criação (diria até que é o começo do trabalho).

PERSONAGENS: O autor precisa ter uma visão bem ampla de cada personagem, muito maior do que é falado ou mostrado em cena (isto é útil para a elaboração do texto, para a direção da peça e para o ator que vai interpretar).

ESTRUTURA, RITMO E CLIMA: A peça teatral envolve os espectadores em uma história, mas para isso ela precisa estar bem estruturada. Observe se o ritmo é crescente ou decrescente, a velocidade que ele terá, veja se o clima que será proporcionado é o ideal.

Quem estiver assistindo terá qual sensação?

O quê, dentro da peça estimulará os sentimentos do público?

Qual o momento de mudar o clima?

Qual a forma de fazê-lo?

Pra onde vai?

O público está preparado para esta mudança?

É melhor pegá-lo de surpreza?

Lembra que falei em paciência, persistência... para ajustar o ritmo pode ser necessário eliminar uma cena, criar outra e ainda adaptar uma terceira. Mantenha-se firme.