MÃE SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS

Versão para impressão
A história da vida de uma mãe. Desde a expectativa do filho, acompanhando a infância, adolescência, o casamento e a chegada dos netos. As dificuldades, a perseverança, o zelo, as orações, as alegrias... Tudo isso e muito mais, é uma mãe segundo o coração de Deus

 

A história da vida de uma mãe.

Desde a expectativa do filho, acompanhando a infância, adolescência, o casamento e a chegada dos netos.

As dificuldades, a perseverança, o zelo, as orações, as alegrias... Tudo isso e muito mais, é uma mãe segundo o coração de Deus

 


Personagens:
Mulher(Mãe) grávida
Mulher(Mãe) com bebê
Menino 5/6 anos
Adolescente
Mulher(Mãe) mais velha
Jovem adulto

Fundo musical (Entra personagem grávida fazendo tricô)
NARRADOR: Mãe! Sinônimo de fortaleza, ternura e abnegação.

Dizem que ser mãe é padecer no paraíso, mas vejam a mãe que acaricia o ventre onde traz o filho que tanto espera.

Ela prepara com carinho o enxoval do bebe e o bercinho onde ele vai dormir, enquanto sonha imaginando a carinha que ele vai ter.

Será menino ou menina?

Com quem vai se parecer?

Vou saber cuidar dele?

Essas são perguntas que ela se faz enquanto o espera nascer.

(Fundo musical - Mãe grávida sai)

NARRADOR: A mulher sábia buscara na Palavra de Deus as orientações que precisar para criar o seu filho nos caminhos do Senhor.

Ela sabe que pode contar com Deus que a sustentara em todos os momentos.

Sendo sábia entregará seu filho aos cuidados de Deus e descansará pois conhece a fidelidade de Deus.


NARRADOR: “Instrui o menino no caminho em que deve andar e até quando crescer não se desviará dele. ”
(Fundo musical - Entra mãe trazendo o bebê no colo)

NARRADOR: Finalmente seu filho nasceu!

Ela está radiante com seu filho nos braços.

Ela passará muitas noites sem dormir.

Seu filho irá chorar com cólicas, porque está molhado, com fome e as vezes porque tem necessidade do aconchego dos braços da mãe.

Serão muitas tarefas daqui em diante.

É a casa que precisa ser limpa, o marido a exigir atenção, o bebê que quer o colo... Enfim, quando chegar a noite ela estará exausta.
Mas quando essa mãe fortaleza olha para sua cria a dormir no berço, um sorriso de felicidade se lhe aflora nos lábios.

Ali está seu filho, um pedacinho de seu coração, um presente de Deus.
Ela olha para o filho pequenino tão indefeso e dependente e não consegue esconder sua preocupação com o futuro dessa criança.

(Fundo musical - personagem sai)

NARRADOR: Com o tempo essa mãe irá aprender que somente através de uma vida de oração e estudo da Palavra de Deus, e algumas vezes derramando lágrimas aos pés do Senhor, é que ela conseguirá vencer as dificuldades para criar o filho.

“Aquele que poupa a vara aborrece seu filho, mas quem o ama a seu tempo o castiga”.

(Fundo musical - entra personagem segurando uma criança chorando, dando birra, a coloca de castigo, depois pega a Bíblia lê e ora)

(Fundo musical - saem de cena mãe e filho)

NARRADOR: Ser mãe muitas vezes não é tarefa fácil. Ela terá que ser firme, E se necessário até usar a vara como disciplina para não perder o controle de seu filho.

(Fundo musical - entra mãe com a Bíblia na mão se senta e começa a ler. A seguir entra adolescente )

ADOLESCENTE: To indo ao shopping com a turma mãe.
MÃE: Que turma meu filho?
ADOLESCENTE: Ah, mãe, lá vem você querendo controlar minha vida, eu já cresci poxa!
MÃE: Não é nada disso meu filho, eu apenas quero saber quem são seus amigos.
ADOLESCENTE: Você não conhece mãe, vou indo, to atrasado(sai rapidamente)
MÃE: Espera meu filho, você vai demorar?
(Fica sem resposta. Abaixa a cabeça e faz como se estivesse orando depois sai de cena. )
NARRADOR: Adolescência! Nessa fase a mãe se transforma em um para-raios. O pai fica fora todo o dia e não tem muito tempo para estar com o filho e cobra da esposa o procedimento do filho. Mas ela sendo mulher de fibra aprende a contornar todas as coisas, e se transforma em uma pacificadora. Ela é incansável na busca do melhor para o filho.

Não raras vezes ela chora sozinha com o peso de sua responsabilidade, mas ela sabe que haverá um tempo para se regozijar quando ver seu filho um homem de bem.

“E vós pais não provoqueis a ira de seus filhos, mas cria-os na disciplina e admoestação do Senhor”.

(Fundo musical - entra personagem mãe envelhecida e senta no sofá. Folheia uma revista mas cansada adormece. O filho chega e ela aliviada agradece a Deus)

MÃE: Obrigada Senhor!(Sai de cena)

NARRADOR: O filho cresceu e se tornou um homem, mas ela ainda se preocupa com ele. Lá fora no mundo existem muitos perigos para o filho; as drogas, a violência, os maus amigos e outras coisas que podem tirar seu filho dos caminhos do Senhor... Mas ela é perseverante e continua orando para que Deus continue protegendo seu filho.

(Fundo musical - entra personagem mãe bem vestida e ajeita a gravata de seu filho que esta se casando)

NARRADOR: Hoje ela esta radiante. Seu filho cresceu, tem um bom emprego e agora esta se casando. Ela venceu!Cumpriu bem sua tarefa. Agora é o tempo de regozijar-se com suas vitorias. Ela agradecida glorifica o nome do Senhor.

(O personagem filho sai. A mãe se ajoelha e agradece a Deus numa oração. )

NARRADOR: “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor excede o de finas joias. ”

A caminhada foi difícil, as pedras no caminho lhe machucaram.

Hoje ela traz no rosto as marcas das noites mal dormidas quando o filho adoecia e de quando ficava acordada até tarde esperando o filho chegar seguro em casa. O seu rosto evidencia quanta preocupação ela viveu mas nos olhos ela ainda traz a mesma alegria, a mesma emoção, o mesmo orgulho de quando segurou pela primeira vez seu filho nos braços.

O Senhor agora a recompensa com os netos que e a coroa da avó bem aventurada.

(Fundo musical - entram filho, nora e crianças e abraçam a mãe que os recebe com alegria. )

 

Fim.

 

Blog da autora ENSINAR BRINCANDO

 

Temas: 
Diversos: