O QUE SIGNIFICA O NATAL?

Versão para impressão
Tudo começa com um trabalho para a aula de sociologia; Uma pesquisa nas ruas perguntando “O QUE SIGNIFICA O NATAL?”. O público acompanha a pesquisa, as entrevistas com um Bêbado, um Homem de Negócios, Padeiro, Mendigo e Cristão. Cada um diz o que significa o natal. A protagonista e o público vão percebendo o significado real do natal e o contraste com as experiências dos personagens.

Tudo começa com um trabalho para a aula de sociologia;
Uma pesquisa nas ruas perguntando “O QUE SIGNIFICA O NATAL?”.
O público acompanha a pesquisa, as entrevistas com um Bêbado, um Homem de Negócios, Padeiro, Mendigo e Cristão. Cada um diz o que significa o natal.
A protagonista e o público vão percebendo o significado real do natal e o contraste com as experiências dos personagens.

O QUE SIGNIFICA O NATAL?
Personagens 07:
Estudante:
Amiga:
Bêbada(o):
Homem de Negócios:
Padeiro:
Mendigo:
Cristão:

I
ESTUDANTE:  Ai a minha vida! A professora de sociologia disse-nos para fazer um inquérito na Rua sobre o que significa para as pessoas o Natal e o melhor trabalho vai ser apresentado em público!
AMIGA:  Hum… Boa sorte!!
ESTUDANTE:  Não me queres ajudar?
AMIGA:  Eu ando um bocadinho ocupada… acho que não vai dar…
ESTUDANTE:  Está bem, não faz mal. Vou começar então! Tchau!

II
ESTUDANTE:  Ah! Vai ali uma senhora! (Bêbada cambaleia) Oh, coitada, se calhar vai com alguma quebra de tensão….
BÊBADA:  Lá Lá Li Rá!
ESTUDANTE:  Olhe! Olá! Posso-lhe fazer umas perguntinhas?
BÊBADA:  Ãn… Hum… Diga lá menina. (voz arrastada)
ESTUDANTE:  Eu estou a fazer uma pesquisa sobre…
BÊBADA:  Hum…
ESTUDANTE:  Sobre o Natal. Pode-me dizer o que significa para si o Natal?
BÊBADA:  Hum, Natal. Oh menina, para mim o Natal é a minha pinga! E não dizem que o Natal é quando uma pessoa quiser? Pois eu, quero todos os dias! (E sai a rir-se.) – HÁ HÁ HÁ HA! Lá Lá Li Rá!
ESTUDANTE:  Ai ai… parece que não estou com muita sorte… Bem, pelo menos já tenho uma versão do Natal!
III
Ainda vai a olhar para a bêbada e a andar para trás quando aparece um homem de negócios com a sua pasta e cheio de sacos com presentes – distraído. Vão um contra o outro.
HOMEM DE NEGÓCIOS:  Oh minha senhora! Desculpe, não a estava a ver!
ESTUDANTE:  Não faz mal! Calha mesmo bem! Vejo que o senhor leva muitas prendas! Com certeza vai festejar o Natal! Pode-me dizer o que significa para si o Natal?
HOMEM DE NEGÓCIOS:  Tenho tanta pressa… está a ver? Acabei de sair do trabalho, uma reunião importantíssima! São nove horas da noite, a minha esposa já deve ter dado o jantar aos meninos e ela deve estar fula à minha espera! Estes presentes tive que pedir à minha secretária para os comprar… nem tempo tive para isso… e ela conhece melhor os gostos da minha família do que eu, porque isto acontece todos os anos!
ESTUDANTE:  Entendo – então o Natal para si, o que é?
HOMEM DE NEGÓCIOS:  Bom, é passar uma noite com a família. Posso-me esquecer dos problemas, dos negócios, de tudo! Mas sinceramente, já nem tenho cabeça para a gritaria dos miúdos. Ele é filhos, ele é sobrinhos, ele é sei lá mais quem!
ESTUDANTE:  Muito bem… então só lhe posso desejar um Feliz Natal. Obrigada pelo seu tempo!
IV
ESTUDANTE:  Bom, bom… parece-me que este senhor precisa de umas férias…
(Anda uns passos)
ESTUDANTE:  Hummm, que cheirinho! Vem dali! Ah, já sei o que é! Bolo rei, que maravilha!
(Aproxima-se um PADEIRO:  muito despachado a trabalhar e a falar – cheio de caixas ou com um tabuleiro grande cheio de bolos rei)
PADEIRO:  Olha, desculpa, dá-me um jeitinho senão isto cai-me tudo!
ESTUDANTE:  (ajuda a levar as caixas ou tabuleiro) Leva aqui muitos bolos rei! Cheiram tão bem!
PADEIRO:  Pois é, acabou de sair mais uma fornada, estes vou levá-los já, que estão à minha espera!
ESTUDANTE:  Pode-me dizer o que é para si o Natal?
PADEIRO:  Olha filha, para mim é uma correria! Não paro um segundo. É desde madrugada até a noite já estar muito escura… Não há tempo para nada! E é um calor… estou sempre à porta do forno! Olha, ao menos aqueço-me!
ESTUDANTE:  Então para si o Natal é só trabalho?
PADEIRO:  Infelizmente é! Alguém tem que o fazer, para as outras pessoas terem os bolos que tanto gostam!
ESTUDANTE:  É verdade! Então desejo-lhe um feliz Natal!
PADEIRO:  Obrigado filha! Não comas muitos doces!
ESTUDANTE:  Adeus!
V
ESTUDANTE:  Que senhor tão despachado! Mas é pena não parar, coitado. Nem aproveita a festa!
(Aparece o mendigo a resmungar)
MENDIGO:  Luzes! Música! Todos a rir! Enfim! Dizem que querem paz e alegria! Anda tudo maluco, todos a esbanjar dinheiro!
ESTUDANTE:  Então, não acha bem?
MENDIGO:  Eu não menina! Isto chateia-me!
ESTUDANTE:  Mas o senhor não gosta do Natal?
MENDIGO:  Natal? A menina por acaso sabe o que é Natal?
ESTUDANTE:  Se o senhor quiser, pode-me dizer o que é para si o Natal.
MENDIGO:  É uma miséria, se quer saber! No Natal fico ainda mais chateado que nos outros dias!
ESTUDANTE:  Então mas porquê? Não gosta das luzinhas a piscar?
MENDIGO:  Isso então é que me enerva mais! Uma pessoa nem consegue dormir em condições!
ESTUDANTE:  Ah pois, deve ser complicado…
MENDIGO:  Deve ser? Só pode estar a brincar, menina! Já viu a minha vida? Não me basta estar aqui cheio de frio, com essas músicas irritantes sempre nos ouvidos e ainda essas luzecas a piscar! O Sr. Presidente da Câmara ainda podia poupar nas luzes e fazer uma casinha para mim!
ESTUDANTE:  Mas o Natal sempre foi assim…
MENDIGO:  Pois, mas eu não gosto! As pessoas todas à lareira e eu aqui neste gelo! Não sei o que é o Natal nem me interessa! Dizem que é alegria, mas eu não vejo nada disso!...
ESTUDANTE:  Talvez o senhor deva procurar saber… Na verdade é o que eu estou a fazer, mas ainda não encontrei uma resposta. Bom, espero que este ano o seu Natal seja melhor! Adeus!
MENDIGO:  Já estou conformado! Adeusinho, menina!

VI
(Aparece o cristão, com a bíblia na mão, ou debaixo do braço)
ESTUDANTE:  Boa noite!
CRISTÃO:  Olá, boa noite!
ESTUDANTE:  Posso-lhe perguntar o que significa para si o Natal? É um trabalho para a escola…
CRISTÃO:  Claro que sim! É um trabalho interessante!
ESTUDANTE:  Não está a ser nada fácil…
CRISTÃO:  O Natal é a comemoração do nascimento de Jesus!
ESTUDANTE:  Jesus? Eu já ouvi falar, mas não entendo porque é que se comemora.
CRISTÃO:  Porque Jesus é alguém muito especial! Ele é o filho de Deus!
ESTUDANTE:  Filho de Deus?? Está a falar a sério? Mas afinal, ele não nasceu? Realmente não entendo!
CRISTÃO:  Aceita ver um pequeno filme aqui no meu portátil? Creio que no fim vai entender melhor!
ESTUDANTE:  Ah, claro que aceito! Já agora, gostava de saber!
VII
VÍDEO
Exemplo:
http://youtu.be/NLnOzuaRNco
http://youtu.be/kWt_MmrUtAU
VIII
Cristão - Jesus, sendo Deus, decidiu nascer neste mundo para salvar a todas as pessoas dos seus pecados. Na bíblia, que é a palavra de Deus, diz que não há ninguém justo diante de Deus. Foi por isso que Jesus veio. Aconteceu um milagre e a virgem Maria deu à luz um bebê, que é Jesus, o Filho de Deus!
ESTUDANTE:  Foi lindo! Um milagre! E Jesus, sendo Deus fez isso por nós! Mas não mereço tanto…
CRISTÃO:  Ele fez isso por amor a ti e a mim! A todos!
ESTUDANTE:  Mas se Ele é rei, porque é que nasceu tão pobrezinho?
CRISTÃO:  Porque Ele se humilhou! Sendo tudo o que é e tendo tudo o que tem, Jesus foi o mais humilde e na sua vida nunca pecou!
ESTUDANTE:  Tudo isso é maravilhoso!
CRISTÃO:  Nós não festejamos o Natal apenas para fazermos uma ceia com a nossa família, mas o mais importante é lembrar o que Jesus fez por nós! O Homem é pecador por natureza e Ele veio para que todos os que o aceitarem como Salvador sejam perdoados, restaurados, transformados e tenham direito à vida eterna com Ele, um dia no Céu!
ESTUDANTE:  Meu Deus! O Natal é muito mais importante do que eu imaginava! E agora eu sei que descobri o verdadeiro sentido do Natal! (despedem-se)

IX
ESTUDANTE:  Agora eu sei o que é o Natal! E quero vivê-lo em cada dia! Preciso de encontrar a senhora que só pensa na bebida, o senhor de negócios que não tem tempo nem valoriza a família, o padeiro demasiado ocupado com as suas encomendas de bolo rei, o mendigo revoltado porque os outros festejam e ele passa frio… Tenho que contar a todos o que descobri! Tenho que lhes mostrar o que é o Natal! Tenho a certeza que assim vão ser felizes!!!
X
ESTUDANTE:  O meu trabalho foi o melhor!
AMIGA:  Apresentaste-o em público? Porque é que foi o melhor?
ESTUDANTE:  Porque encontrei o verdadeiro significado do Natal e ainda levei comigo as pessoas que inquiri, agora mudadas, pois também já sabem o que é o Natal!
AMIGA:  Hum… então mas afinal o que é o Natal?
ESTUDANTE:  Olha, nós vamo-nos encontrar agora, vamos à festa de Natal na igreja, queres vir?
AMIGA:  Quero! Também quero descobrir o que se passa para tanta alegria!
(Aparecem todos)
Estudante (para o público) – O Natal é alegria, Paz, Amor e o Perdão de Jesus para aqueles que o aceitam. Nós já aceitamos. Queres recebê-lo hoje também?

Blog da autora Teatro Cristão Alcobaça

Datas: 
Estilos: 
Temas: 
Diversos: