OS PRECIOSOS

Versão para impressão

OS PRECIOSOS - Teatro CristãoClara é uma menina muito esperta.
Sempre tem uma resposta para tudo.

Ela ama a Deus e a natureza.
Um dia ela acorda mais cedo que o habitual e a Lua está com solidão.
Logo depois, as estrelas reclamam que ninguém mais liga para elas.
A nuvem chora, o vento chega furioso, as árvores estão com complexo de inferioridade, as flores se sentem feias e o sol quando aparece está irritado.
Algo está errado. Eles não se sentem mais importantes para o homem.
E agora o que fazer? Clara terá que buscar a resposta para resolver essa situação.

A montagem deste texto é liberada, mediante a divulgação do nome do autor nos créditos. ARENADECRISTO

Personagens
CLARA – LUA – SOL – ESTRELAS – ÁRVORE – FLORES (MARGARIDA e ROSA) – NUVEM – VENTO
O cenário é de uma floresta. Com uma casinha no fundo. É de onde CLARA irá sair. Há uma ÁRVORE e as flores. A LUA está no Céu e há também estrelas e uma nuvem. CLARA sai de dentro da casa.
CLARA: Ai...ai... hoje acordei mais cedo que o normal. O sol nem nasceu ainda...
LUA: Clara...Clarinha....(começa a chorar) Estou muito triste....
CLARA: o que houve lua?
LUA: ninguém liga pra mim....
CLARA: Quem disse isso?
LUA: Eu sei... quando eu apareço, todos logo em seguida vão dormir e passo a maior parte da noite sem ninguém prestando atenção em mim. (Chora)
CLARA: Não é verdade...
ESTRELAS: É sim. E se não fosse nós, as estrelas, a LUA: estaria com muito mais solidão.
LUA: Vocês, estrelas não servem pra nada. Só ficam por aí brilhando...querendo aparecer...ridículas...
ESTRELAS: (começam a debochar) Pelo menos nós somos bonitas! E você ora ta minguada, ora ta gorda e redonda. Quando não desaparece de vez.
CLARA: Parem com isso!
LUA: Ridículas !!
ESTRELAS: E se ninguém repara na gente, como você diz, deve ser porque somos muito pequeninas!
LUA: Ta vendo Clara, eu não tenho nenhum amigo. Ninguém gosta de mim.
CLARA: O que ta havendo com vocês hein?
ÁRVORE: Elas tem razão. Hoje mesmo estava pensando... Que sentido há na minha existência? Sou apenas uma Árvore. Nada além disso. Não sirvo pra nada. Não sou útil nem mesmo importante.
CLARA: Meu Deus, isso é uma brincadeira né? Vocês combinaram para curtir com a minha cara né?
ÁRVORE: Não Clara. Eu sou inútil mesmo. Me diz aí pra que eu sirvo... vamos diga...
CLARA: Ora Árvore...você serve.... você serve.... bem não me lembro no momento. Ora o que há com vocês. Vamos parar com esses pensamentos.
NUVEM: Pior sou eu! Quando eu choro, cai água pra todo lado e todo mundo sabe que eu chorei.
 
Lua, estrelas, ÁRVORE: começam a rir
 
LUA: nuvem chorona!
ÁRVORE: nuvem chorona!
ESTRELAS: Nuvem chorona!
NUVEM: ta vendo...ainda zombam de mim. Só sei chorar e chorar.
CLARA: Parem já com isso ou eu irei me aborrecer com vocês. Só falta agora as flores se acharem.... sei lá....feias...só falta isso!
MARGARIDA: você também nos acha feias? (começam a chorar e lamentar) eu sabia... eu não te disse rosa, quando caíram minhas pétalas, elas não param de cair, estou ficando uma flor careca e feia.
ROSA: E eu... To tão feia que nem o cravo apareceu mais por aqui pra me ver....(chora)
VENTO: Vocês estão reclamando a toa. Se vocês fossem eu, ai sim saberiam o que é ser desprezado. Eu sou invisível e tenho essa voz grossa... Ninguém pode me ver. Só me ouvem e quando faço muito barulho e venho com muita força, as pessoas fogem de mim e por onde passo viro tudo de avesso.... Todos odeiam o vento. Me odeiam.
CLARA: Vento... Porque fala assim? Ai Deus...Que falta mais acontecer?
LUA: Sei lá... Só sei que eu to indo. Porque aquele amarelão horroroso já ta aparecendo no céu. Vambora estrelinhas senão ele derrete a gente, de tão esquentadinho que é.
SOL: Isso mesmo. Sumam daqui você e suas estrelas. Se não eu derreto vocês viu?
CLARA: que isso sol?
SOL: Isso? Pergunta pra elas! Sempre me trataram assim. Por causa da minha cor. E porque sou quente me chamam de esquentadinho. Ora. Por isso nem tenho amigos. Por causa da LUA: que fala mal de mim para todos. Me sinto tão só. Mas também, nem ligo. Sou esquentadinho mesmo e quem chega perto de mim derrete....derrete.... nem tenho amigos.(chora)
ESTRELAS: Você é muito quente.
MARGARIDA: Fico toda suada e estraga minhas pétalas.
ROSA: Sai pra lá com o calor seu sol quentão.
CLARA: Ai meu Deus!
SOL: Me ajuda Clara... Todos que se aproximam de mim se derretem... queria ter amigos. Eu nem sirvo pra nada...
NUVEM: CLARA: ajuda a gente!
ÁRVORE: CLARA: você pode nos ajudar?
FLORES: Para nos ajudar só se trouxer um creme anti queda de pétalas.
CLARA: Sinceramente... Não sei o que fazer. Me deixem só. Vou pensar um pouco.
 
CLARA: entra em casa e volta com a Bíblia na mão.
 
CLARA: Meu Deus... será que há respostas para todas essas perguntas e todo esse confusão?
 
CLARA: começa a folhear a Bíblia
 
CLARA: Gênesis. Ah que legal... Estão é isso? Está claro agora. Mal posso esperar para contar a todos. Preciso acordar bem cedinho amanhã..
 
CLARA: entra em casa e o dia termina. A LUA: surge no céu e CLARA: acorda cedo novamente.
 
CLARA: Ainda bem que te peguei ainda por aqui lua.
LUA: Mas já estou de partida porque o amarelado ta chegando.
CLARA: E como você está?
LUA: Ai... ainda estou triste. E aquelas estrelas metidas estão aqui também.
ESTRELAS: você tem inveja de nós.
LUA: Eu nem ligo pra vocês alias, ninguém liga. Quando vocês aparecem todos também estão dormindo...
CLARA: Parem com isso! Árvore? Já acordou? E Margarida e Rosa estão aí? Nuvem, cadê você?
NUVEM: Estou chegando... se o vento não continuar nessa lerdeza e me empurrar mais rápido.
VENTO: Olha só, cala a boca senão eu nem te empurro nunca mais sua nuvem gorda e chorona.
NUVEM: (Chora) Ignorante! Ele é extremamente violento.
ROSA: Isso é verdade, quando passa por aqui furioso leva tudo, semana passado levou embora o Cravo. Até onde tenho noticias, foi parar em outra rua.
CLARA: Sol! Só falta você.
LUA: Ah não se ele vier eu vou embora.
MARGARIDA: vamos ficar suadas!
CLARA: Perai....Perai... Agora vocês me irritaram. VocÊs pediram pra eu ajudar e é o que estou tentando fazer. O sol vai vir aqui sim e acho bom vocês ouvirem o que eu tenho a dizer. Sol se aproxime.
 
Sol se aproxima e todos se afastam dele.
 
CLARA: Primeiro lugar é muito feio deixar de ser amigo por causa da cor dele.
FLORES: Não é só a cor. Ele é muito quente e faz muito calor.
CLARA: Pois é. Por causa desse calor todo, o sol é muito importante para todos, para todo o planeta, incluindo vocês. Sabia sol que Deus criou você e a LUA: com o propósito de iluminarem a terra? Você com seu calor de dia, aquece a terra. E a LUA: a noite, serve de guia para saber por onde se deve andar. Vocês são preciosos para o planeta. Se vocês não existissem não haveria terra e sim uma imensa geleira, o planeta seria frio como o gelo e sem ninguém para poder morar nele. E se a terra fosse um pouquinho mais afastada do nosso amigo sol, congelaria. Deus fez vocês perfeitos para iluminar e aquecer a todos.
LUA: Nossa! Nem sabia que eu era tão importante!
SOL: Nem eu.
CLARA: E tem mais. As Estrelas Deus criou para também guiarem os homens que as vezes se perdem em navios nos imensos mares. Sol, LUA: e estrelas nasceram no mesmo dia. E se não fossem importantes, Deus certamente não os teria feito.
NUVEM: (Começa a chorar) Estou tão emocionada! Desculpem.... Queria eu também ser importante como o sol, a LUA: e as estrelas....
CLARA: Mas você é, nuvem! Árvore... Você nasceu assim grandona?
ÁRVORE: Não. Eu era bem pequenina.
CLARA: E como você cresceu?
ÁRVORE: Eu nem sei.
CLARA: E vocês florzinhas como vocês cresceram?
ROSA: A gente era sementinha e depois ficou grande.
CLARA: Bem, vocês cresceram porque a nuvem e o sol trabalharam juntos. Isso mesmo.
LUA: Juntos? Sol e Nuvem? Essa foi boa!
NUVEM: Eu não posso chegar perto dele que começo a chorar e me derreto toda.
CLARA: Exatamente. Deus criou o sol com o propósito de esquentar a nuvenzinha para que ela se derreta todinha e chore, molhando a ÁRVORE: e as florzinhas. Quando as lagrimas da nuvem entram no solo, a terra produz comidinha e a ÁRVORE: a as florzinhas se alimentam. Por isso vocês cresceram. No dia que o sol não fizer a nuvenzinha chorar, as plantinhas certamente vão morrer. Estão vendo como é importante o sol fazer a nuvenzinha chorar de vez em quando?
MARGARIDA: Nossa... por causa do calor do sol e da lagrima da nuvem, a gente tem comidinha. Sol, me perdoa por ter sido tão má com você?
ROSA: É mesmo sol me desculpa.
ÁRVORE: Obrigada por alimentar, Sol.
NUVEM: Então eu também sou importante assim?
CLARA: Sim, tanto quanto o sol.
VENTO: Queria eu também ser importante assim. Mas só faço bagunçar tudo por onde passo...
CLARA: Bem vento, você bagunça mesmo. Mas sem você, as plantinhas de outros lugares distantes e as árvores e até mesmo os animais também iriam morrer.
VENTO: Como assim Clara?
CLARA: Nuvem... você mora onde?
NUVEM: Ah CLARA: eu não tenho um lugar certo para morar. Às vezes eu moro aqui, tem dia que acordo e estou em outro lugar bem distante daqui.
CLARA: E nesses outros lugares tem árvores e plantinhas?
NUVEM: Em todos os lugares que eu estive sempre tem plantinhas e árvores e até animaizinhos.
CLARA: E quem te leva até esses lugares?
VENTO: Sou eu!
CLARA: Então. Deus criou o Vento com o propósito de levar a Nuvenzinha para os lugares onde ela deve estar, para que o Sol possa fazer ela chorar e as lagrimas da nuvenzinha regam todas as plantinhas da terra e assim todos se alimentam.
ÁRVORE: Como assim se alimentam?
CLARA: Árvore, já reparou nos seus frutos?
ÁRVORE: sim.
CLARA: quando o vento empurra a nuvenzinha para cá e o sol faz ela chorar, a água cai na terra e te alimenta não é?
ÁRVORE: Isso você já falou.
CLARA: Sim. E você, por não ser nem um pouquinho egoísta, transforma parte do que você se alimentou em frutos para que pessoas como eu possam comer e não passar fome. Deus criou a ÁRVORE: com o propósito de gerar frutos que possam alimentar o homem, além de dar uma sombrinha fresquinha debaixo dos seus braços...
ÁRVORE: Então eu sou importante também?
CLARA: Todos são preciosos!
MARGARIDAS: E nós?
ROSA: Somos importante?
CLARA: Sim. Por favor todos respirem fundo....
ÁRVORE: Que cheirinho bom.
SOL: cheirinho gostoso!
NUVEM: Uau!
CLARA: O perfume das flores! Além de enfeitarem toda a terra e enche-la de cores e suavidade com sua beleza, as flores exalam esse doce perfume e toda a terra fica cheirosa, Deus criou as florzinhas para esse propósito.
ROSA: Ai... ai... bem que eu desconfiava que esse cheirinho suave era meu...
CLARA: Estão felizes agora?
 
Todos dizem sim.
 
NUVEM: Ei vento... Desculpa reclamar de sua lerdeza às vezes.
VENTO: Não é lerdeza não... é que se eu fizer muita força fico violento!
SOL: Estou! Ei Lua, queria te dizer que quando você está redonda eu não te acho gorda não. Te acho até bonitona!
LUA: Eu.... ta bom... Ai...Sol... Acho lindo o modo como você surge todas as manhãs, fazendo a noite ir embora e trazendo o dia... assumo uma quedinha por você Solzinho...
CLARA: Pois então. Deus criou todos vocês e cada um de nós para um propósito. Todos somos importantes para Deus. Não importa a cor, ou a beleza. Importa que sem vocês, o planeta não poderia sobreviver. Não haveria água para beber, nem frutos das árvores, nem luz de dia, nem flores para alegrar a vida. O que todos nós precisamos entender é que, sempre há em nós algo de especial, que nós faz ser únicos e nos diferencia dos outros, por causa disso, todos somos importante e muito preciosos para Deus. O que cada um precisa fazer é descobrir onde Deus guardou dentro de nós, aquilo que nós é precioso.
FLORES: O Precioso que você está falando que está dentro de nos é Jesus?
CLARA: Sim. Ele mesmo. Jesus! E quando nos olharmos para nos mesmos e conseguirmos ver Jesus em nós, enxergaremos nossas qualidades e nosso verdadeiro valor, então poderemos perceber que somos preciosos para Deus e aí descobriremos para que propósito Deus nos criou.
 
Sugiro ao final que os fantoches cantem a canção “Mover do Espírito” que reflete bem a mensagem da peça.
 
MOVER DO ESPÍRITO
Quero que valorize o que você tem
Você é um ser você é alguém
Tão importante para Deus
Nada de ficar sofrendo angústia e dor
 
Neste teu complexo inferior
Dizendo as vezes que não é ninguém
Eu venho falar do valor que você tem
Eu venho falar do valor que você tem
 
Ele está em você o Espírito Santo se move em você
Até com gemidos inexprimíveis (inexprimíveis)
Daí você pode então perceber
Que pra Ele há algo importante em você
Por isso levante e cante, exalte ao Senhor
 
Você tem valor
O Espírito Santo se move em você
Você tem valor
O Espírito Santo se move em você
Você tem valor...
Texto que faz parte da coleção O ÚLTIMO ATO/ Luiza Regina Reis 
A Luiza é autora do site Arena de Cristo
Ministra cursos e oficinas de teatro

 

Estilos: 
Idades: 
Diversos: