PEÇA DE PÁSCOA

Versão para impressão

PÁSCOA EM FAMÍLIA Páscoa em família, a festa, as aparências, as irritações com os que querem relembrar o significado bíblico da pascoa...
A exposição da pascoa de Jesus, o convite para levar a comemoração da páscoa pra quem está hospitalizado(pai de uma das personagens).

PEÇA DE PÁSCOA

 

1º ato – Casa de uma família se preparando para um almoço de Páscoa
CLARA- Me ajude a conferir se não esqueci de alguém:
2 ovos das princesas – Aninha e Carol
1 ovo do cartoon- Lucas
1 ovo dinossauro – Pedrinho, ele adora dinossauros.
ROGERIO –1 diamante pra minha mãe
1 crocante pra sua
5 caixas de bombons pras tias
O meu está aqui, o seu também. Pronto,acho que é tudo.
CLARA –Mas não é mesmo, isso é só o começo. Bem, não vou me estressar, eu comprei umas caixas de bombons extra caso apareça convidados inesperados...
Ano passado eu tive que dar o meu ovo para aquela garotinha que a tia Cilene trouxe sem avisar; aliás, uma falta de educação...
ROGERIO –E o que é que nós vamos comer?
CLARA –Peixe, claro. Na Páscoa não se come carne. Fiz aquele bacalhau especial que aprendi na TV
ROGERIO – Ai meu Deus, esqueci de colocar as pegadas do coelhinho da páscoa para as crianças . Como é que elas vão conseguir achar os ovos que eu escondi?
CLARA – Então vai fazer isso rápido, que você ainda tem que buscar a Aninha na Igreja.
ROGERIO- Não se preocupe com isso, a tia Cilene vai traze-la pra mim.
(CHEGA TIA CILENE COM ANA E LIVIA)
CLARA – Oi tia Cilene, como vai? A que amorrrrr, trouxe aquele garotinha DE NOVO...
TIA CILENE – Clara minha filha, não se aborreça comigo, mas não poderia deixar uma criança passar o domingo de Páscoa sozinha. O pai dela esta doente e sua mãe foi até ao hospital lhe fazer companhia, então me ofereci para ficar com ela.
ROGERIO – Não tem problema tia, nós compramos bombons pra todo mundo.
TIA – Bombons...meus filhos, tudo isso é muito gentil e delicado da parte de vocês, mas quando é que vão aprender o verdadeiro significado da Páscoa?
CLARA- É claro que nós sabemos o verdadeiro significado da páscoa. A morte e a ressurreição de Jesus, é isso ai. Todo ano tem aquela peça na igreja, a gente faz até uma oração na hora do almoço, é até a senhora que ora todo ano aquela oração comprida. Mas venhamos e convenhamos, Páscoa sem ovo é igual natal sem presente, não tem graça nenhuma.
ANA- Mamãe, hoje a tia da ED nos ensinou sobre a 1ª Páscoa e eu aprendi que é bem mais que isso. Páscoa é dia de gratidão pela nossa redenção, quando Jesus venceu a morte nos libertando do jugo do pecado e nos deu a vida. A Páscoa foi criada por Deus. Quer que eu te conte a história?
CLARA E ROGERIO – (desanimados) Estamos ansiosos....
ANA- Me ajude Lívia. Bem, tudo começou quando o povo de Israel estava no Egito. Eles eram escravos.
LIVIA –Então Deus chamou Moisés para libertar o Seu povo da escravidão. Mas essa não seria uma tarefa fácil...
ANA- Moisés e seu irmão Arão foram até Faraó e pediram que ele libertasse o povo de Deus
LIVIA – Mas é claro que ele não deixou.
ANA – Então Deus enviou nove pragas que devastaram o Egito.
LIVIA- O problema é que quanto mais praga atingia o Egito, mais Faraó se enfurecia e castigava ainda mais o povo.
ANA – Então Deus chamou Moisés e ...
ATO II – EGITO ANTIGO
VOZ DE DEUS – “Ainda mais uma praga trarei sobre Faraó e sobre o Egito. Então vos deixará ir daqui; é certo que vos expulsará totalmente.”
(MOISES FALA COM FARAÓ)
MOISES – Então por cerca de meia noite o Senhor passará pelo meio do Egito, e todo o primogênito do Egito morrerá, desde o primogênito de Faraó até ao primogênito da mais humilde serva; e também todo primogênito dos animais.
Haverá grande clamor qual nunca houve, nem jamais haverá. Porém contra nenhum dos filhos de Israel, desde os homens até os animais, ninguém sera tocado,nem ainda um cão rosnará, para que saibais que o Senhor fez distinção entre os egípcios e os israelitas.
FARAÓ – Moisés, retira-te da minha presença, já te fiz propostas e tu e esse teu Deus não aceitaram. Portanto não deixarei que parta nenhum dos filhos de Israel. Retira-te agora!
ATO III – MOISES FALA AO POVO
MOISES – Ouvi ó povo de Israel o que diz o Senhor. Aos dez dias deste mês, cada família tomará para si um cordeiro, macho, de um ano, sem defeito. Poderá ser um cordeiro ou um cabrito, e o guardareis até o 14º dia, então toda a congregação de Israel o imolará no crepúsculo da tarde...
ELI – Venha irmão, a sua família é pequena e a minha também, comamos juntos o cordeiro como Deus nos Ordenou
ENÃ- Sim irei, estava mesmo pensando em convida-lo. Vou falar com Aira para que ajude Zoar no preparo dos pães asmos.
MICA - Não esqueça Débora, não pode comer nada cru. O cordeiro tem que ser assado.
DEBORA- Eu sei, Mizael já preparou tudo. Temos que comer o cordeiro e o que sobrar deve ser queimado.
MICA – mas o mais importante é não esquecer de por o sangue do cordeiro nos umbrais da porta
DEBORA – Sim, para que o Senhor ao passar por nó, veja o sinal e não lance a morte os nossos primogênitos.
MICA – Então vamos que os preparativos são muitos e o tempo é curto.
ATO IV- CASA DE ELI
ELI – Enã meu amigo, que bom que você e sua família vieram. Vamos, entre, já é quase hora de imolarmos o cordeiro.
ENÃ – Vejo que já esta com tudo preparado; lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão. Pronto para partir.
ELI – Sim, como Deus nos ordenou. E você, vejo que achou favor junto aos egípcios, seu alforge esta cheio de ouro e prata.
AIRA – Não é incrível como Deus fez com que os egípcios nos presenteasse com tanto ouro e prata
ZOAR – Fiquei com tanta pena de Ísis, a egípcia da casa que sirvo. Ela é mulher do oficial do Faraó. Eles só tem aquele filho, e parece que Deus lhe fechou a madre. Falei sobre as coisa que Moisés nos disse e convidei-a para cear conosco, mas não sei se eles virão...
ELI – Então meus irmãos, já é hora. Vamos celebrar a Páscoa do Senhor?
ZOAR – Espere meu marido. Acho que tem alguém batendo à porta.
Oh! É Ísis e sua família, entrem, entrem, sejam bem vindos! Estou tão feliz por vocês estarem aqui.
ISIS – Oh, Zoar, obrigada por nos receber. Pensei tanto nas coisa que você me disse sobre seu Deus. Nas maravilhas que Ele fez, como abençoou seus pais Abraão, Isaque e Jacó; como Ele cumpre as promessas que faz a seus filhos. E, mesmo vocês , aqui , sendo nossos escravos por todos esses anos , permanecem confiantes de que Ele vai cumprir a promessa de mandar um libertador.
RAMON – Nós também temos visto e presenciado os feitos desse seu Deus. As pragas que Ele enviou sobre o Egito, o modo como o deixou completamente arruinado... os nossos deuses nada puderam fazer contra o seu Deus,nem ao menos nos defender d’Ele. Tenho observado tudo quanto Moisés diz, por isso sobrevivi as últimas pragas, mas amigos meus morreram ou viram filhos, animais e até mesmo servos morrendo esmagados pelas pedras, ou sofrendo horrores com úlceras por todo o corpo. Oh Eli foi terrível!
ISIS – e agora quando Moisés anunciou a décima praga, que Deus mataria todos os primogênitos dos egípcios...Pelos Céus! Como pode haver um Deus tão terrível?! Por favor nos ajude , como ficar longe da ira do seu Deus?
ENÃ – Acalme-se, aqui vocês estarão seguros. Nossa porta esta marcada com o sangue do cordeiro, esse é o sinal da salvação. Hoje nosso Deus nos libertará das mãos do Egito e nos levará para a terra que Ele mesmo nos preparou, para a terra de nosso pai Abraão. Durante 400 anos estivemos sob o jugo da escravidão, mas hoje finalmente veremos a liberdade.
AIRA – O nosso Deus não é cruel, Ele é um Deus de amor, e por nos amar é que age assim. Faraó precisa nos deixar partir.
ZOAR – Deus fez todas essas coisas para que todos saibam que não há Deus maior nem mais poderoso; e que por todo o tempo todos se lembrem e falem das maravilhas que Ele tem operado em favor do seu povo.
RAMON – Eli, amigo, diga-me o que preciso fazer para que seu Deus seja também o meu único Deus. Para que Ele me aceite como parte de seu povo?
ELI – Venha Ramon, meu irmão. Celebre conosco a Páscoa do Senhor, pois hoje você também foi liberto da escravidão do pecado e da idolatria...
ENÃ – Vamos celebrar a Páscoa !!!
TIA CILENE – Foi então que algo terrível aconteceu. Não havia casa egípcia que não houvesse morte, por todo Egito se ouvia pranto e desespero. Mas só assim Faraó deixou o povo sair . E foi assim, de um lado, os egípcios pranteando os seus mortos; do outro, júbilo e alegria pela liberdade alcançada.
CLARA – E onde entra Jesus nessa história? Eu aprendi a vida toda que Páscoa era a morte de Jesus e depois no domingo a sua ressurreição; então eu aprendi tudo errado?
ANA – Claro que não mãe, Jesus realmente morreu e ressuscitou durante a Páscoa.
TIA – Jesus é o Cordeiro Pascal que foi imolado em amor a nós , para que não morrêssemos. Foi o seu sangue que nos livrou da escravidão do pecado
ANA – Quer que eu te conte essa história também, mãe?
CLARA E ROGERIO – (ENTUSIASMADÍSSIMOS) Sim, claro, por favor.
TIA CILENE – Jesus, na noite em que foi traído, reuniu seus discípulos para celebrarem a Páscoa.
Foi nesta ceia, a Última Ceia, que Jesus nos deu um exemplo de amor ao próximo e também aos inimigos,um exemplo de humildade, pois sendo Ele o Mestre, o Rei dos Reis lavou os pés dos seus discípulos, até mesmo de Judas que Ele já sabia que iria traí-lo .
LIVIA –E também nos deixou um novo mandamento: ‘Que vos ameis uns aos outros assim como eu vos ameis,que também vos ameis uns aos outros.’’
TIA CILENE – Então após a ceia Jesus convidou seus discípulos para orarem com ele no Getsêmane, e eles foram só que enquanto Jesus orava eles dormiam. Jesus ficou muito triste pois ele sabia que nesta hora de agonia ele não poderia contar com nenhum de seus amigos, mas ele ainda tinha o Pai que nunca o abandonaria.
ANA – Foi ai que Judas apareceu trazendo um monte de gente e soldados junto com ele, e com um beijo ele traiu Jesus.
JESUS – É com um beijo que trais o filho do homem?
NARRAÇÃO –Assim, a escolta, o comandante e os guardas dos judeus prenderam Jesus e o levaram perante o sumo sacerdote, e reuniram-se todos os principais sacerdotes, os anciãos e os escribas.
Eles procuravam algum testemunho falso para condenar Jesus, mas não achavam, nenhum era coerente. Então o sumo sacerdote começou a interrogar Jesus:
SS- Nada respondes ao que estes depõe contra ti? ( pausa para esperar a resposta de Jesus )
És tu o Cristo, o filho do Deus Bendito?
JESUS – Eu sou. E verei o Filho do Homem assentado a direita do Todo Poderoso e vindo com as nuvens no céu
SS – Blasfêmia! Não temos necessidade de mais testemunhas. Ouvistes a blasfêmia; que vos parece?
TODOS – É réu de morte. É culpado. Blasfemou contra Deus.
(todos começam a bater e cuspir em Jesus)
SS – Vamos leva-lo até Pilatos .
PILATOS – És tu rei dos judeus

JESUS - Tu o dizes. ( todos começam a acusar Jesus com falsas acusações)

PILATOS – Nada respondes? Não vês de que te acusam?
MULTIDÃO – Libertem um dos nossos. Dê-nos nosso prisioneiro.
PILATOS – É vosso costume que eu vos solte um prisioneiro em ocasião da Páscoa. Quereis que vos solte o rei dos judeus?
MULTIDÃO – Não. Queremos Barrabás.
(Pilatos manda açoitar Jesus. Os soldados fazem uma coroa de espinhos e zombam Dele)
PILATOS – O que farei com este a quem chamam Cristo?
MULTIDÃO –Crucifica-o! crucifica-o!
PILATOS – Estou inocente do sangue deste homem.
(Jesus carrega a cruz até o calvário e é crucificado)
VOZ DA TIA – Naquele momento eles crucificaram o Filho de Deus. Jesus tinha o poder para livrar-se, mas em obediência ao Pai e principalmente por amor a todos nós, inclusive eu, vocês, as crianças, Ele permaneceu em silêncio, aceitando as humilhações, as dores, tanto do corpo quanto da alma, até que morreu. Naquele momento, foi como se toda a natureza sofresse também,fez-se uma enorme escuridão, dizem que ouve até um terremoto, mas o mais importante é que o véu do templo, do santo dos santos, de rasgou de alto a baixo, deixando assim, livre acesso para o Pai.
Mas a história não acaba ai. Jesus não permaneceu morto, Ele ressuscitou! Esta vivo! Agora sim todos puderam ver o seu poder, o poder de vencer a morte. Ele ainda permaneceu por 40 dias entre os seus discípulos ensinando-lhes muitas coisas e deixando uma ordem muito importante:”Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura.”E assim Ele despediu-se de seus discípulos, e foi para junto do Pai para nos preparar moradas, para um dia quando Ele vier nos buscar , nós estaremos no céu junto dEle.
CLARA – Enquanto você falava essas coisas, eu fiquei pensando:de que adianta seguir à risca as formalidades da Páscoa, que hoje eu aprendi que não tem nenhuma importância, se eu não pratico o maior dos mandamentos que é o amor? Jesus morreu por mim, e Ele nem me conheceu. Eu que o conheço tão bem, o que tenho feito por Ele? Jesus deve estar muito triste comigo, por ter reduzido o seu tão maravilhoso sacrifício a entrega de ovos de chocolate e um bacalhau incrementado, sinto-me até envergonhada.
TIA CILENE – Não precisa sentir-se assim, minha querida, Jesus te ama e pode te perdoar, se você realmente se arrepender e pedir perdão.
CLARA – Eu já me arrependi, mas além de pedir perdão eu quero fazer mais alguma coisa pra que outras pessoas não fiquem tanto tempo errando como eu. Que tal se todos nós fossemos para o hospital onde o pai da Lívia esta e fizéssemos lá a nossa verdadeira comemoração da Páscoa de Jesus?
TODOS – Ótima ideia Então vamos.

 

 

 

Se alguem conhecer o autor, favor fazer contato(não sei, não lembro... como esta peça veio parar dentro do meu PC). Davi

Datas: 
Temas: 
Diversos: