VÉSPERA DE NATAL

Versão para impressão

VÉSPERA DE NATAL "Uma Anja", no meio do tumulto natalino, tenta lembrar as pessoas do real significado do Natal.

Mas como é véspera de natal, ninguém dá ouvidos para ela, cada um envolvido com suas correrias, compras, ceias, viagens... até quando encontra um grupo de pessoas, numa igreja...

Personagens: 12 (7 mulheres – 5 homens)
Esposa: Marido: Mulher 1: Mulher 2:
Cara 1: Cara 2: Mãe: Filho:
Carla: Carol:
Anja: Jesus:
Anja Entra pelo meio: Olá meu nome é Gabriele, estamos na época do Natal, como tem sido o seu Natal?... Esta não é a pergunta correta, o correto é; O que é Natal?
Vamos ver o que é o Natal... ou que tem sido o Natal.
Alguém poderia me responder?
Levanta esposa falando e indo para altar:
Pra mim significa um dia que tenho que preparar muitas coisas, tenho que fazer mercado, ir ao shopping, é uma correria...
Marido levanta e vai para o altar:
Marido: Pra mim significa uns dias de sossego, eu não preciso trabalhar, dá para descansar um pouco...
Filho levantando em direção ao pai: Oba, isso quer dizer que o senhor vai comprar o meu presente hoje, oba, vamos, vamos logo, o senhor não esqueceu né?
Esposa: É, e por falar nisso, você comprou o presente da sua mãe?
Marido: Ainda não
Filho: Então vamos agora, vamos, vamos!!
Esposa: Não acredito, e para a sua tia que vem para a ceia você também não comprou pelo jeito.
Marido: Também não.
Anjinha: Mantenham a calma
Esposa: Tá tá.... Antonio José, então temos que apurar, para irmos ao shopping, ver os presentes, ao mercado comprar as coisas pra ceia...
Marido: Mas eu tenho que buscar a minha mãe na rodoviária.
Filho: Ah não, eu quero o meu presente...
Anjinha: Deixa-me ir junto com você? Eu queria te contar uma história bem linda, posso te contar no caminho.
Esposa: Tô vendo tudo, hoje vai ser uma loucura... Mais isso ainda... venha Junior, vamos nos arrumar... E enquanto você vai à rodoviária, eu passo no mercado.
Marido: Ok, eu também vou me arrumar, porque o trânsito vai estar um stress.
Eles entram
Anjinha: Esperem... Ai que pressa... Viram só? Esposa e marido cheios de coisas para fazerem. E as crianças ficam ansiosas pelos presentes.
Mais alguém pode me dizer o que tem sido o Natal?
Mulher 1 levanta cheia de sacolas e vai indo para o altar enquanto fala...
Mulher 1: Bem, acho que fazer compras, é presente pra todo mundo, sobrinho, amigos...
Mulher 2 também levantando com sacolas: Eu concordo com ela... Acho que deu pra perceber né? (mostrando as sacolas)
Mulher 1: Ana? Que bom te encontrar aqui
Mulher2: Pois é, estou fazendo umas comprinhas.
Mulher 1: Compras de Natal é?
Mulher 2: Pois é, sabe como é corrida esta época... É presente para família, filhos, amigo secreto...
M1: É verdade, ainda bem que tem o 13º para socorrer.
M2: Ah é verdade, nem me fale.
M1: E eu ainda tenho alguns presentes para comprar.
Anjinha: Você também está com pressa?
M2: E é incrível como todo mundo deixa pra comprar na última hora.
Anjinha: Tá, mas deixa-me falar com vocês.
M1: É verdade, e o shopping vira esta loucura. Mas deixa-me ir, ou melhor, correr...
(Se despedem)
Anjinha: Aaaah, eu queria falar com vocês.
Elas entram
Anja: Correr, correr, todo mundo só fala nisso. Shopping, lotado, promoções de Natal... Mais uma vez eu pergunto: O que tem sido o Natal?
Cara 1: Oh, pra mim significa viajar, combinar uma viagem legal com a mocidade. E por falar nisso eu preciso ligar pro pessoal que tem carro, como vamos dividir o gás, a comida, o aluguel da casa.
Cara 2 chega com uma mochila de viagem...
C1: Oh cara, legal te ver, beleza?
C2: Tudo bem graças a Deus e você?
C1: Também, tá indo viajar?
C2: Tô, vou passar o Natal com os meus pais. E você vai viajar?
C1: Legal matar a saudade da família. Pois é, estamos combinando com o pessoal da igreja, os últimos acertos pra viagem.
C2: Viajar com os amigos também é legal, ainda mais nesta época que todo mundo tá empolgado.
Anjinha: Eu também tô empolgada pra contar uma história pra vocês.
C1: É verdade. Verão, amigos, férias...
C2: Mas falô cara, deixa eu correr, porque a rodô vai estar uma loucura.
Anjinha: Correr de novo?
C1: Vai nessa, a gente se esbarra, depois dos feriados, falô.
Eles entram cada
Ela senta no centro triste...
Anja: Viagens, passeios, rodoviárias cheias, filas enormes para comprar passagens...
Será que tem mais alguma coisa que significa o Natal?
Mãe: Ah tem sim, pode ter certeza que tem.
Anjinha: Oba, esta tá sozinha, ela vai me ouvir.
Mãe: É parentada na sua casa pra ceia, é a família de até 5 gerações na sua casa, todo mundo vai querer provar da sua comida. E ainda falam assim: "Ai que saudade daquele seu pavê" Aí vem com aquela velha brincadeira de todo Natal: "É Pavê ou Pacomê..."
Anjinha: Tá! Me ouve só um pouquinho?
Mãe: E esse ano, eu não sei o que eu vou fazer, olha só: São 15 pessoas só da família do Beto, digo de 1º grau... Deixa eu ver... Eu, Pedro, Carlos, Ana, mas a família dele contando com a cunhada... (enrola os nomes e nºs)
Xiiiiiii, que confusão...
A Ana não come peru... E tem a Roberta que não gosta de passas no arroz, então eu tenho que fazer dois tipos de arroz...
Ai, e eu tenho que comprar mais pratos...
E o botijão? Esqueci de comprar outro gás de reserva
Ai eu tenho que correr...
(entra)
Anjinha: Não correr não... Você também? Ela tem uma grande ceia pra preparar, é muita gente, e ela tem quedar conta de tudo e não sobra tempo pra pensar em mais nada...
(Celular toca)
Duas Patys entram com celular falando ao telefone a Anja tentará interrompê-las...
Carla: Oi Carol. É a Carla.
Carol: Oi guria... Que conta de bom?
Carla: Um monte... E você já comprou a roupa pro findiano?
Carol: Eu tô indecisa, não quero usar do ano passado, todo mundo vai notar, e além do mais eu engordei... Que roupa você vai?
Carla: Eu comprei um vestido preto bem bonito, bem discreto, mas é liiindo.
Carol: Ai, eu quero ver...
Carla: Então venha aqui em casa, aí juntas pensamos numa roupa bem legal pra você...
Carol: Ótima idéia... estou indo. Beijinhos
Elas entram
Anjinha: As pessoas ficam muito apressadas nesta época, mas eu acho que agora que vocês estão aí me olhando, eu consigo falar pra vocês...
(Todos entram falando, apressados e andando de uma porta para a outra. Ignoram a anjinha) Ela volta e se senta no meio entristecida.
Jesus vem entrando, e vai até ela.
Ninguém presta atenção nEle, e todos vão saindo aos poucos.
Anja: Oi Jesus Rei da Minha Vida (se prostra) me perdoe eu tentei falar para eles, mas eles estavam muito ocupados para me ouvir...
Jesus: Eu sei... Mas olha todo este povo aqui. Fale para eles, estes querem te ouvir.
Anja: É mesmo... Ajuda-me aqui.
Pega o Cartaz que diz:
"NATAL: Deus se tornou homem em Cristo para a nossa salvação”
Meninos voltam e dão as mãos para Jesus e a anja. Meninas ficam na parte de baixo para encenar o poema.
Anja faz coreografia:
Quantas vezes mais terá de se repetir esta data festiva, que Deus tanto ama,
Para que as pessoas se convençam de que Ele veio e nos chama?
Embora o mundo ignore o acontecimento da manjedoura de Belém
E a alegria que dela provém,
O bondoso Deus não se acanhou.
Para que o presente de Deus ao mundo chegasse,
Um homem e uma mulher Ele convidou
Para que Jesus nascesse,
José e Maria não faltaram com o seu carinho,
Apesar de não encontrarem quem os acolhesse.
Seu Salvador veio!
Que Ele seja a fonte de alegria e de paz
Que o mundo nunca poderá te dar jamais
Podemos festejar o Natal como quisermos,
Mas é quando aceitamos com anseio a Salvação
É que festejamos corretamente o grande presente de Deus
Deus se tornou homem em Cristo para a nossa Salvação.
Isto é Natal

Site da autora

Datas: 
Diversos: